quinta-feira, agosto 02, 2007

Continuo a espantar-me...


... com as pessoas, infelizmente nem sempre pela positiva.

Nestes dias tenho aproveitado o bom tempo e a proximidade da praia para apanhar um bocadinho de sol e enterrar os pés na areia :) Apesar de ser muito criteriosa com horários (só depois das 16h30 ou até no máaaaaaximo as 12h - normalmente 11h30), não me exponho ao sol sem um protector solar.

Afinal de contas, são incontáveis os avisos que anualmente recebemos dos perigos do sol, das horas piores, do risco de cancro da pele... Tudo faria pensar que as pessoas teriam aos poucos interiorizado estas regras simples. Obviamente é ingenuidade da minha parte.

Quando eu normalmente chego à tarde, vejo as pessoas a ir embora, e quando saio de manhã, vejo-as a chegar... Enquanto lá estou, besuntada de protector, não consigo impedir-me de olhar em volta. Dois dias consecutivos fiquei perto da mesma família. Um pai e uma filha. O pai, meia idade, aquela cor castanho-avermelhada, mas ao menos sentado debaixo do chapéu. A filha, adolescente, bem vermelha e esparramada ao sol. Várias coisas me ocorrem: primeiro, o que raio faz aquele pai a deixar a filha apanhar sol em cima de um belo escaldão; segundo, que tem aquela miúda na cabeça para nem sequer ter o cuidado de estar debaixo do chapéu! Ao menos têm idade para ter uma noção (e daí talvez não) das consequências dos seus actos.

O que na realidade me deixa enfurecida é ver os pais a chegar alegremente com crianças pequenas ao meio dia à praia, e elas nem sequer ficarem com uma t-shirt. Terão noção de que estão a preparar a pele dos filhos para um cancro de pele? Como podem ser tão desleixados?
Estão a jogar com a vida dos próprios filhos, e parecem nem se aperceber (ou não ligar minimamente) a isso.

Há coisas que não consigo entender.

Para que fique claro, a lesão que cada escaldão deixa prolonga-se para além dos dias de vermelhidão, é cumulativa com escaldões subsequentes, e no caso do melanoma, normalmente quando se descobrem na pele e se tentam tirar, já estão metastizados para outros locais, sendo que um deles é o cérebro! São cancros muito agressivos!

Por isso, o apelo: por favor, protejam-se, e protejam a vossa família e amigos!

7 comentários:

Maresia disse...

Eu também não uso protector, nunca gostei! :( Tenho consciência que é mau,mas irrita-me entrar na água do mar e vê-la cheia de óleo ou até a cheirar a perfume ou a cremes... Daí que seja um pouco anti-protectores... Somente uso (lá de vez em quando) na cara, para não ficar muito vermelha! Claro que não sou louca! Por isso quando vou à praia, normalmente o faço mais a tardinha ou então se vou mais cedo, passo mais tempo na água do que ao sol! Não é por causa disso que não fico morena ;) hehehe
Boas férias...

Ju disse...

Eu sei o que sentes, mas tambem sei como é ser como essa rapariga adolescente, isto porque eu era assim irresponsavel, ficava com escaldoes horriveis, a pele caia e só agora tomei consciencia.
Vou-te dizer uma coisa e podes passar a odiar, mas desdes os meus 15 anos que ia para a praia sozinha e tomava conta de mim e desde essa idade só agora me lembro de me proteger direito, usar protector, ir apenas nas horas devidas e nao apanhar escaldão! Foi a primeira vez durante 7 anos que nao apanhei um escaldão!

Olho ao espelho e vejo sinais e mais sinais, apareceram-me agora dois nas costas que nunca tive e só agora os vi... Depois sinto medo dos meus sinais, por causa da historia do cancro da pele. Tenho uma pinta do nariz que devia tirar mas sendo no hospital publico acredito que no façam tudo correcto e fiquei com o nariz com uma cicatriz horrivel e fique com ele defeitoso.

Enfim... arrependo-me do que fiz, mas agora faço tudo para me proteger a mim e a quem vai comigo.

Não se pode mandar nos outros, mas olha pensa em ti e faz o que é correcto, um dia os outros irao arrepender-se.


Beijoca

Susie disse...

Infelizmente as pessoas são irresponsáveis não só na praia, mas em muitas outras coisas... Penso que existe uma falta de educação a muita gente... Mas também é com os erros que se aprende...

Boas Férias!
Beijinhos =)

amigona avó e a neta princesa disse...

Também não percebo...antigamente não se sabia o que se sabe hoje...mas agora é mesmo inconsciência...

Hindy disse...

Tens toda a razão. Todo o cuidado é pouco!

Beijinhos hindyados

selenis disse...

É esperar que se vá tomando consciência dos perigos, que se tomem providências para evitá-los, e que não hajam demasiadas consequências nefastas...

Ju, num hospital público podes ter um bom atendimento e cuidado, é preciso é ter cuidados depois para não ficar uma cicatriz feia.

Maresia, tendo cuidados com as horas sempre é menos mau ;)

Obrigada a todas pelo feedback

São disse...

Quando eu era miúda, apesar de não haver muita informação sobre o assunto, a minha mãe sempre teve o bom senso necessário a fazer de tudo para evitar que a família apanhasse escaldões e conseguiu-o! Tanto que o meu 1º escaldão apanhei-o apenas o ano passado por andar, completamente distraída, a fazer jardinagem com uma camisolinha de alças e sem protector!
Em relação às minhas filhas... creme, t-shirt, chapéu e cuidado com as horas! ;)