terça-feira, maio 22, 2007

Um segundo e já está...

Uma má decisão, um gesto em falso... e subitamente o nosso mundo está virado do avesso, e nem queremos acreditar no que acabámos de fazer. Ainda acreditamos que se pode voltar atrás, que é um sonho mau, que aqueles últimos segundos podem mesmo recuar e podemos fazer tudo bem... ou não. Coisa chata a impotência de voltar atrás no tempo.

É mesmo assim, aconteceu, e agora resta reparar o que é possível. Controlo de danos...

Perguntam-se vocês de que falo eu afinal, uma vez que estas palavras vagas se aplicam a tanta, tanta coisa. E a resposta é: um acidente de carro. Aquele que parece durar horas quando levou segundos, quando se perde o controlo, quando nem sequer se tem medo porque não conseguimos acreditar que está a acontecer. Mais uma vez, o pior é que aconteceu mesmo. E desta vez foi a mim. E assim quase destruo a minha paixão de quatro rodas, por um conjunto absurdo de coincidências que se reuniram naquele dia.

À posteriori, acabei por me lembrar de um filme que gostei aqui há uns anos quando o vi. Quem se lembra de Sliding Doors (1998)? Tudo muda consoante a decisão que se toma naquele instante. Quem me dera ter escolhido a outra.

6 comentários:

amigona avó e a neta princesa disse...

Não me lembro do filme mas percebo perfeitamente o teu ponto de vista...lamento que te tenha acontecido algo assim...estivea ver os teus posts abaixo e vou ver como posso ajudar...beijos...

selenis disse...

Obrigada Amigona :)

Hindy disse...

O que interessa é que estás bem...

Beijinhos :o)

Rodrigues disse...

Que chatice tão grande... :///
Mas estás bem - isso é o mais importante! :)))

Susie disse...

Acontece... Agora não adianta pensar no que se podia ter feito... o importante é que esteja tudo bem...

Bjnhs

CoisasdeGatos disse...

Bem tive a sensação de que andavas ausente... Folgo em "ver" que estás de volta e bem, tudo o resto se resolve :)
Beijinhos